segunda-feira, 18 de junho de 2007

Definições dos viados

BOIOLA - É um viado mais moderno. Pratica surf, aeróbica, vive com óculos na testa, finge que namora a coleguinha de turma, freqüenta pagode mas, no fim da noite, dá uma passadinha no Bingo prá botar a "cartela" em dia.

VIADO - Esse é o mais antigo e tradicional de todos. Fala com voz desafinada e a língua entre os dentes, costuma virar os olhos enquanto fala e desmunheca sempre. Tem cinco variações: viadinho, viadaço, viadão, viado-filho-da-puta e o mais antigo e tradicional deles: o viado velho (ver Pederasta, adiante).

BICHA - É um viado mais rampeiro que existe, daqueles que fedem a mijo e usam calça corsário com tamanco. Suas duas variações mais conhecidas são: bicha-louca, que é um misto de viado com maluco, e bicha-nojenta, que é aquele que trabalha com a gente.

GAY - É o viado metido a intelectual, alegre, mas que dá o rabo igualzinho aos demais. Só que com mais criatividade. Fala de sexo anal o tempo todo e costuma pregar que buceta só tem fama; bom mesmo é cu.

BONECA - É a mais fêmea dos viados; a que gostaria de ser chamada de "viada", por ser no feminino. Na realidade, ela se acha a própria me-ni-na e sonha com casamento. O único problema é que, como toda boneca, tem sempre a bunda malfeita.

FRUTA - É aquele viadinho meigo, frágil, branquinho, pálido, com gestos graciosos e delicados. Geralmente é ou foi criado pela vovó, jogando bola-de-gude no carpete ou na pior das hipóteses é aquela "filha" que a mãe não pode ter e foi criado usando camisolinha rosa e laço de fita no cabelo desde pequeno. Geralmente só dá o rabo mediante solicitação, pois é extremamente tímido.

BAITOLA - É a bicha nordestina. Normalmente, é um fio-duma-égua bem abestado que nasceu florzinha e se mandou pro Sul Maravilha (Rio ou SãoPaulo, onde sempre cabe mais um, não precisa nem Rexona) pra fazer saliência bem longe da família, senão o pai mata de porrada.


PEDERASTA - É um viado indeciso. Teve sua vez na época dos grandes bailes do Municipal. Hoje, a bunda murchou, apareceram as varizes, virou um lixo!!

HOMOSSEXUAL - É o viado discreto, enrustido. Em geral, é rico e se casa para camuflar suas atividades. Paga bem e pede discrição. Freqüenta muito o proctologista e é capaz de trair a mulher com o próprio cunhado garotão, em troca de emprestar o carro. Às vezes, sofre de crise existencial e cai em depressão. Mas nunca se arrepende. Aí, também já é pedir demais, né, santa?

MEIGO - É o viado que você nunca tem certeza de que realmente ele é viado.Você desconfia pelos seus gestos e trejeitos, porém se você souber que ele não é viado, você não iria ficar tão decepcionado. Ele deixa dúvidas. Quando você acha que um cara é meio viado mas não tem certeza, chame ele de MEIGO que é a abreviatura de MeioGay.

COLÍRIO - Esse é o viado que ninguém imagina que ele é viado. Fala como homem, se veste como homem, anda como homem, coça o saco, pode ser casado e até ter filhos, compra a revista Playboy e comenta "Meu Deus que mulher gostosa", costuma ser inflexível quanto a odiar os homosexuais e se fosse possível mandaria matar todos sob tortura (pode ser uma maneira de eliminação da concorrência através de uma ação inconsciente).
Chama-se COLÍRIO, porque se aparecer uma oportunidade de se relacionar com outro homem sem que ninguém sabia, ele vai pra cama, dá tanto o rabo que tem que passar colírio (Moura Brasil ou similar) no olho do cu, de tão ardido que fica. Dizem que quando o colírio (Moura Brasil ou similar) é pingado no anel de couro ainda quante, chega a fazer TZZZZZZZZ, e a bicha abre logo uma cerveja. Quando você quer chamar alguém de viado e não quer que ele nem desconfie, diga assim, "Esse aí tem cara de quem usa COLÍRIO!"

3 comentários:

Anônimo disse...

Em qual destes perfis você se encaixa?

gabriel vinicius disse...

alô irmão. eu tô seguindo o teu blog, porque gostei bastante do seu trabalho. dá uma olhada no meu:maníacosporarquivos.blogspot.com

Anônimo disse...

Olha garoto, vou só falar uma coisa. Eu sou uma garota e vou te ensinar uma coisa: O cara mais ''viado'' pra mim é aquele q posta esse tipo de preconceito no seu blog! Cresce fofo!